Mapa do SiteOutlook Mail

Teresina vai sediar reunião técnica com Controladores de todo o País

PDF Imprimir E-mail

conaci

Teresina vai sediar, em novembro, a 17ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci). O nome da capital foi aprovado por unanimidade nesta sexta-feira (03), no segundo dia da 15ª Reunião Técnica do Conselho, que aconteceu ontem (02) e hoje (03), na sede da Controladoria Geral da União (CGU), em Brasília (DF).

O controlador-geral do Estado do Piauí, Darcy Siqueira, participou do evento e comemorou a escolha. "A CGE participa do Conaci como membro fundador desde 2004 e sedia pela primeira vez uma reunião técnica. Desde o início, já havíamos manifestado o interesse de sediar uma reunião técnica. Ficamos felizes de sediarmos a última reunião deste ano e que irá coroar o final do mandato do colegiado atual, cujo presidente é o Gustavo Úngaro, ouvidor Geral do Estado de São Paulo", disse o controlador.

"Nosso objetivo é contribuir com o Conaci e trazer para o nosso Estado a discussão sobre o fortalecimento do controle interno", acrescentou.

As Reuniões Técnicas do Conaci acontecem trimestralmente e reunem representantes de órgãos de Controle Interno do País, membros do Conaci, para um intercâmbio de práticas e conhecimentos com o intuito de desenvolver políticas nacionais de controle e gestão.

A próxima Reunião Técnica acontecerá em Belo Horizonte, nos dias 9 a 11 de setembro. Teresina receberá o evento nos dias 19 e 20 de novembro.

15ª Reunião - Nos dois dias de evento, entraram em discussão assuntos como a PEC 45, que estabelece as quatro macrofunções do Controle Interno (auditoria, ouvidoria, controladoria e correição) e apresentação da minuta de modelo de regulamentação da Lei Anticorrupção aos demais membros do Conaci. Também foram deliberados os próximos passos da parceria com o Banco Mundial para implementação de ferramentas de diagnóstico e incremento de melhorias nos órgãos de controle do país, conduzidos pelo secretário executivo da CGM-Fortaleza, Wilfrido Rocha, e pela representante do Banco Mundial, Maria João Kaizeler.

A novidade foi a aprovação de uma lista com 12 membros para participarem da próxima etapa de diagnóstico, composta pelos estados de Paraíba, Goiás, Paraná, Pará, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Santa Catarina, além das capitais Maceió, Fortaleza e do Distrito Federal.

Piauí participou como piloto do projeto, juntamente com Minas Gerais e Maranhão. "Nessa reunião ficou aprovada a participação de mais 12 Controladorias do País nesse projeto de parceria entre o Conaci e o Banco Mundial. Eu apresentei as dificuldades que tivemos e indiquei sugestões para o aperfeiçoamento dessa ferramenta", completou Darcy Siqueira.

 

Com informações do Conaci

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar