Mapa do SiteOutlook Mail

Fórum Piauiense discute boas práticas de controle na gestão pública

PDF Imprimir E-mail

Iniciou nesta quinta-feira (09), a segunda edição do Fórum Piauiense de Controle Interno, evento promovido pela Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE) com o objetivo de disseminar as boas práticas de gestão e controle. A abertura do evento, que aconteceu na manhã de hoje, contou com a presença de diversas autoridades locais, entre elas a vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho, representando o Governador Wellington Dias. 

2forum1

Confira mais fotos neste link: photos.app.goo.gl/fB3ddGdxDThtxmS92

Para ela, o controle interno é um importante instrumento da governança e da transparência.

“O controle interno tem o compromisso com aqueles princípios mais preciosos da gestão pública: eficiência, economicidade, eficácia, transparência, princípios que embora não sejam aqueles previstos diretamente na Constituição, eles pairam sobre a legislação voltada para a administração pública. São ferramentas que cada dia mais a gestão pública se aproxima da gestão privada, a questão da qualidade dos gastos, qualidade da despesa, garantindo que o gestor possa gerir com segurança, atingir suas metas. A administração pública também tem que ter suas metas e ter compromisso com elas. Uma característica mais gerencial que cada vez mais a administração pública adquire”, disse. 

Ela ainda ressaltou a preocupação do Governo do Estado com a eficiência da gestão pública. 

“O Governador Wellington Dias tem exigido de sua equipe, esse compromisso com a qualidade da despesa, com a transparência, com o princípio da economicidade, ou seja, gastar com competência, fazer com que recursos públicos atendam da melhor maneira possível um maior número de metas previstas. O princípio da economicidade exige também que o gestor faça o mais com menos, com qualidade, eficácia e eficiência”, ressaltou. 

A secretária de Educação, Rejane Dias também esteve presente no evento e ressaltou a importância do controle interno na administração pública. Para ela, um controle interno atuante contribui para garantir serviços de qualidade para a população. 

“Recentemente, colocamos contadores dentro das escolas. Isso, eu acredito, que vai fazer com que evite situações como a falta de prestações de contas, que faz com que as escolas deixem de receber recursos. Estamos vivendo o pior momento da história do Brasil em termos de crise financeira, então a gente não pode se dar ao luxo de perder recursos. Fizemos capacitação, inserimos a figura do contador nas escolas, pessoas formadas também em administração, pessoas capacitadas e acompanhadas pela CGE. Então eu creio que em um breve período de tempo, vamos evitar perdas de recursos e não deixar com que programas como o Mais Educação deixe de acontecer nas escolas.  A CGE tem nos ajudado, fazendo com que a gente aprimore os serviços, prestando-os com melhor qualidade, pois é isso que a gente prima, a busca pela excelência no que diz respeito à prestação de serviços à sociedade, em especial, na educação do Piauí”, explicou. 

O controlador-geral do Estado, Nuno Bernardes deu continuidade ao evento com a palestra sobre as conquistas e desafios da evolução do Controle Interno no Piauí, quando abordou o crescimento da Controladoria como órgão de excelência no Piauí e o foco da CGE no controle preventivo. 

2forum2

“É muito mais difícil atuar e de se economizar quando um contrato está feito, um serviço já está sendo executado. Quando se atua previamente conseguimos alcançar economias. Como é o caso do Núcleo da CGE na Sead, onde temos cinco controladores atuando nas licitações, uma vez que é lá onde se concentra todas as licitações, analisamos a vantajosidade de preços. Só em 2017, até agora, já foi possível economizar R$ 120 milhões. A equipe de obras, só em 2017, temos um acumulado uma economia de R$ 22,5 milhões, isso resultado da atuação preventiva”, disse ao destacar que o grande desafio do controle interno é manter a relação de assessoria ao gestor público, ao mesmo tempo que faz avaliação do gasto público. 

Nesta quinta-feira (09), também houve a palestra do chefe de Assessoria Especial de Controle Interno do Ministério da Fazenda, Francisco Eduardo de Holanda Bessa (DF), que abordou sobre gestão de riscos na administração pública.

 

À tarde foi a vez dos minicursos que trazem os temas controle na execução de convênios, controle em licitações e contratos, controle na execução de obras e controle na gestão de pessoas. O 2º Fórum Piauiense de Controle Interno continua nesta sexta-feira (10), com palestras pela manhã e minicursos à tarde.

Escrito por Virgínia Santos   
 

Comentários  

 
# ANA CLAUDIA DE PINHO 13-11-2017 07:06
Bom dia. O conteudo deste Forum foi tão enrriquecedor que deveria ser exibido em videos para a populaçao. O que acham da idéia?
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar