Mapa do SiteOutlook Mail

CGE sedia oficina do Ministério do Esporte

PDF Imprimir E-mail

Representantes da Secretaria Nacional de Esporte, Educação e Inclusão Social (SNELIS), vinculada ao Ministério do Esporte, estiveram em Teresina nesta segunda-feira (25) para capacitar gestores, professores e profissionais dos âmbitos Municipal e Estadual para a promoção de saúde, esporte e lazer no Piauí. A oficina ocorreu na Sala de Treinamentos da Controladoria-Geral do Estado (CGE).

25.01.2016 - reuniao ministerio do esporte

Foram apresentados quatro programas do Ministério do Esporte voltados para esse propósito. São eles: Programa Vida Saudável, Esporte e Lazer da Cidade, Segundo Tempo e Luta pela Cidadania. A equipe da Secretaria Nacional também apresentou o edital de chamada pública e orientou sobre como elaborar o projeto técnico.

A diretora de Ensino e Aprendizagem da Educação Básica, da Secretaria de Educação do Estado (Seduc), destaca que algumas dessas ações já existem no Piauí, a exemplo do Programa Segundo Tempo, mas a proposta é melhorar a execução desses projetos, com subsídio do Ministério do Esporte. 

“Programas de lazer, como o Segundo Tempo já existem no Piauí, só não temos no formato nacional. O que vamos fazer agora é melhor estruturar esses programas. A oficina veio para tirar dúvidas sobre como elaborar projetos. Essa é a oportunidade para tirar dúvidas de quem pretende submeter propostas para serem apreciadas pelo Ministério dos Esportes”, disse Rizalva Cardoso. 

25.01.2016 - reuniao ministerio do esporte 2

Segundo a Secretaria Nacional, o Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), por exemplo, foi executado, de 2014 até agora, em 20 municípios piauienses, onde desses 15 estão vigentes. “Nossa meta, a longo prazo, é que todos os 224 municípios do Piauí possuam os nossos programas e quem sabe a gente possa se fortalecer para isso. Esses programas têm como elemento central a garantia do direito ao esporte e lazer. Programas como esses, além das práticas de esporte e lazer, visam estimular a convivência social e trabalham com o fortalecimento da participação social”, ressaltou Joana, representante da SNELIS. 

Para participar, é necessário seguir edital da chamada pública. Caso seja aprovado, o Ministério do Esporte se compromete em ajudar na infraestrutura e recursos financeiros para a execução dos projetos. 

“O Ministério do Esporte trabalha com o esporte e a inclusão social. Tem a proposta de tirar crianças da situação de vulnerabilidade social e melhorar a situação de pessoas da terceira idade, dando maior qualidade de vida e melhor integração social”, acrescentou Rizalva Cardoso, diretora de Ensino e Aprendizagem da Educação Básica da Seduc.

 

 

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar