Mapa do SiteOutlook Mail

CGE recebe visita institucional da SEID

PDF Imprimir E-mail

A Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE) vai auxiliar a Secretaria estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) na avaliação e melhoria de procedimentos administrativos de controle interno. Este foi o pedido do secretário da Seid, Mauro Eduardo, que esteve nesta quinta-feira (28), na Controladoria, onde foi recebido pelo controlador-geral do Estado, Nuno Bernardes. 

A diretora de Assuntos Financeiros da CGE, Suely Quidute e a coordenadora de Saúde da Seid, Raquel Azevedo, também participaram da reunião.

28.01.2016 - reuniao-seid

De acordo com o controlador-geral Nuno Bernardes, a CGE vai avaliar o controle interno da Secretaria com vistas a alcançar resultados esperados.

“O secretário pediu ajuda da CGE para que, com a nossa metodologia, avaliemos o controle interno da Seid e possamos propor as melhorias que forem necessárias”, disse Nuno Bernardes.

O secretário da Seid destaca a importância de fortalecer o controle interno do órgão.

“É importante o apoio tanto jurídico-contábil da CGE no que diz respeito à análise dos nossos processos, quanto administrativo. Dessa forma vamos trabalhar de forma mais segura. A CGE é a luz da legislação do nosso estado e isso vai nos dar segurança para que os nossos processos, as nossas ações na Seid possam estar respaldadas, de forma legal, para que no futuro não tenhamos problemas com os órgãos de controle externo”, ressaltou o secretário Mauro Eduardo.

Acessibilidade

Na oportunidade, o controlador-geral e o secretário Mauro Eduardo falaram sobre a importância de fortalecer políticas públicas voltadas para pessoas com deficiência. Para o controlador-geral, a acessibilidade é item básico para a garantia dos direitos do cidadão e atualmente é uma política pública com status constitucional.

“Reconhecemos a importância da acessibilidade. Por isso, vai ser disponibilizada uma sala no térreo desse prédio para que a Controladoria lá funcione. Ou seja, qualquer pessoa com deficiência que vier à CGE, a nossa equipe vai se deslocar ao térreo para melhor  atendê-la”, explicou Nuno Bernardes.

 

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar