Mapa do SiteOutlook Mail

CGE-PI estuda possibilidade de aplicar metodologia que mapeia riscos

PDF Imprimir E-mail

reuniao-auditores2111

Auditores governamentais da Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE-PI) se reuniram na última sexta-feira (21) para ouvir do auditor governamental Márcio Rodrigo Souza, a metodologia aplicada no Estado de Goiás para prevenir atos de corrupção na administração pública. Em outubro, Souza visitou a CGE-GO para entender os trabalhos e trazer a iniciativa ao Piauí.

O sistema automatiza os procedimentos de cálculo para chegar ao Índice de Risco de Corrupção (IRC) e de acordo com o auditor, identifica os momentos de tomada de decisões como os pontos mais vulneráveis para atos de corrupção."O risco de corrupção será maior quanto menos padronizado for o procedimento. Então, é preciso atuar preventivamente, mapeando os processos organizacionais que envolvem o risco de corrupção. Para isso temos que fortalecer instituições para tornar a gestão pública mais eficiente", disse o auditor durante a reunião.

O Controlador-Geral do Estado, Darcy Siqueira, está em Pernambuco para a 13ª Reunião Técnica do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), onde será definido o acordo entre a CGE-GO e o Conaci para que o sistema seja disponibilizado à Controladoria. Durante o encontro, o controlador aproveitará para conhecer melhor os trabalhos de Controle e Prevenção desenvolvidos na Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE-PE).

Darcy Siqueira explica que a CGE-PI já vem desenvolvendo metodologias para alcançar resultados e que a parceria com outros órgãos de controle será útil para fortalecer ações no Piauí."Vamos aperfeiçoar o modelo de Goiás, desenvolvendo a metodologia para chegar aos resultados esperados, que é a eficiência da gestão".

Segundo o controlador, a nova metodologia deve ser aplicada em 2015. "A ideia é aplicar a nova metodologia em 2015. Vamos primeiramente mapear internamente, fazendo o projeto piloto na Controladoria para depois levar às demais secretarias", informou o Controlador-Geral do Estado.

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar