Mapa do SiteOutlook Mail

CGE ministra treinamento sobre contratos para servidores da ALEPI

PDF Imprimir E-mail

A Controladoria-Geral do Estado (CGE), em parceria com a Escola do Legislativo, vai levar aos gestores da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), noções sobre a gestão de contratos, convênios e parcerias.  As aulas fazem parte de um curso de extensão para aperfeiçoamento da gestão da Assembleia, promovido pelo legislativo estadual.

licitacoes1

Na manhã desta segunda-feira (22), o auditor governamental Kilmer Távora apresentou os principais aspectos sobre contratos na administração pública. 

 “Mostramos em nossa palestra a diferença entre os contratos da administração pública com os contratos celebrados por entes privados; falamos sobre as vantagens e sobre as responsabilidades que a administração pública possui e chamamos atenção para a elaboração e a fiscalização desses contratos”, elencou o auditor.

licitacoes2

De acordo com o diretor da Escola do Legislativo, Edmar Rodrigues Jr., a proposta da Alepi  é atualizar todos os gestores da Assembleia  com temas relacionados à gestão pública e à prática administrativa. “A Alepi conta com a parceria do Ministério Público, da Controladoria-Geral do Estado e do Tribunal de Contas para realizar esse curso, pois a finalidade é atualizar os gestores e afinar os procedimentos  em relação aos órgãos de controle. O curso tem três módulos e carga horária de 60 horas, onde são abordados temas como gestão ambiental, licitação e contratos, organização administrativa da Alepi, despesas e pagamentos, Lei de Responsabilidade Fiscal, mecanismos de controle, entre outros.”, destacou o diretor. 

licitacoes3

Nesta terça-feira (23) e na quarta-feira (24), será a vez do auditor governamental Antônio Filho ministrar curso sobre fiscalização de contratos, convênios e parcerias. As aulas acontecem das 8 às 10h, na Escola do Legislativo, na Assembleia Legislativa do Piauí.

 

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar